De Porto à Cartão Postal: Complexo Turístico Estação das Docas

• Atualizado há 2 meses ago
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on facebook

Resultado da restauração de um antigo porto nos anos 2000 da capital paraense, o complexo turístico Estação das Docas, é cenário de um dos mais gostosos passeios da cidade de Belém, localizado as margens da Baía do Guajará o complexo é divido em três armazéns de ferro inglês de arquitetura característica da segunda metade do século XIX, cada um com um tema. O primeiro tem seus espaços dedicados ao artesanato, chamado de Boulevard das Artes, o segundo é o da gastronomia, contemplando diversos bares e restaurantes com direito a saborosas experiências, com culinária diversa e refinada, sempre preservando os elementos regionais, o terceiro é dedicado a feira e exposições. Os armazéns ficam distribuídos em 500 metros, com uma exuberante vista para a Baía do Guajará.

Conheça um pouco da História

A Estação das Docas é um regaste histórico de Belém, com o impacto do Ciclo da Borracha na região norte do país, a capital paraense chegou a se tornar uma das mais ricas cidades do país (e do mundo). Era início do século XX e Belém já tinha luz elétrica, sistema de esgoto e água encanada, bondes cruzam a cidade, enquanto luxuosas e imponentes edificações eram construídas na cidade, marcas do poder amazônico.

Com uma localização estratégica, Belém que fica a 120 km do Oceano Atlântico, era um canal de entrada e saída para exportações no Brasil. Devido ao grande fluxo comercial foi necessário a construção de um porto. O novo empreendimento da época começou a ser planejado em 1897, e teve sua inauguração 12 anos depois.

Após um século da construção, e devido à localização estratégica no centro na cidade, Belém revitalizou o espaço o tonando um dos pontos turísticos mais visitados da capital recebendo em média mais de um milhão de visitantes ao ano.

Monumentos:

Além dos 32 mil metros quadrados divididos nos três armazéns de ferro inglês, os espaços desse importante complexo ainda reservam importantes monumentos históricos, como a ruínas do forte de São Pedro construído em 1665, atualmente transformado em um Anfiteatro e os famosos guindastes externos, que foram fabricados no começo do século 20 nos Estados Unidos, e a máquina a vapor de meados de 1800 que antigamente fornecia energia para as docas.

Funcionamento;

Aberto ao público todos os dias, a partir das 10h.

Com entrada gratuita

Confira os horários e a programação completa no site: estaçãodasdocas.com Av. Boulevard Castiho França, s/n, Campina, Belém – PA – Cep: 66053-150

Veja também