O que você procura?

Belém na Rota da COP 30: Expansão dos Pontos de Informações Turísticas

• Atualizado há 2 semanas ago

A equipe da Secretaria Municipal de Turismo – Belemtur realizou uma visita técnica ao renomado Museu Emílio Goeldi, com o intuito de avaliar a viabilidade da instalação permanente de um Ponto de Informações Turísticas (PIT) no local. A ação visa atender à crescente demanda de turistas que circulam pelo museu, um dos principais pontos turísticos de Belém.

O Museu Emílio Goeldi, com seu acervo riquíssimo de história natural, etnografia e pesquisa científica, atrai visitantes de diversas partes do Brasil e do mundo. A possibilidade de contar com um PIT no local poderia facilitar a experiência dos turistas, fornecendo informações relevantes sobre o museu, a cidade e outras atrações turísticas da região.

Durante a visita, o Secretário Municipal de Turismo, André Cunha, ressaltou a importância de estabelecer um ponto de referência para os visitantes: “O Museu Emílio Goeldi é um verdadeiro tesouro para Belém e para a Amazônia como um todo. Recebemos um grande número de turistas e é fundamental proporcionar a eles uma experiência completa e enriquecedora. A instalação de um Ponto de Informações Turísticas aqui pode se tornar uma porta de entrada para explorar nossa cidade, suas belezas e suas tradições.”

O Secretário também destacou o compromisso da administração municipal em fortalecer o turismo na cidade: “Nossa gestão está empenhada em promover ações que valorizem nossos atrativos, ofereçam comodidade aos visitantes e impulsionem a economia local. A possível instalação desse PIT é uma das muitas iniciativas que estamos estudando para tornar a experiência turística em Belém ainda mais memorável.”

À medida que Belém se prepara para sediar a COP 30 em 2025, a necessidade de expandir a rede de postos de informações turísticas na cidade adquire um significado crucial. Com esta conferência global, que atrairá líderes, especialistas e mídia internacional para discutir questões ambientais de grande magnitude, a presença de uma infraestrutura robusta para informar e orientar os participantes se torna vital. Aumentar os postos de informações turísticas não apenas garante uma experiência mais suave para os participantes da COP 30, incluindo delegações de várias nações e jornalistas, mas também solidifica a imagem de Belém como um anfitrião acolhedor e eficiente para eventos de envergadura internacional. Esses pontos de informação não apenas fornecerão diretrizes essenciais, mas também servirão como canais de divulgação da rica herança cultural, tradições e a exuberante natureza da cidade, criando um impacto positivo duradouro entre os visitantes mesmo após o término da conferência.

“Estamos comprometidos em tornar a COP 30 um marco para Belém e para o mundo.”” Com a expansão dos Pits, nossa cidade estará pronta para receber líderes globais e visitantes, oferecendo informações e experiências de qualidade.” Frisou o Prefeiro Ednilson Rodrigues

A proposta de estabelecer um Ponto de Informações Turísticas no Museu Emílio Goeldi está alinhada com a visão de Belém como um destino turístico completo, que une cultura, história e natureza. A cidade, com sua rica diversidade cultural e suas paisagens deslumbrantes, busca proporcionar aos visitantes uma jornada única e autêntica pela região amazônica.

A decisão sobre a instalação do PIT permanente no Museu Emílio Goeldi ainda está em análise, mas a visita técnica da equipe da Belemtur reflete o comprometimento em oferecer um turismo de qualidade, que valorize os patrimônios da cidade e garanta experiências enriquecedoras aos visitantes.

Veja também